quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Ignorante

Os ignorantes nunca mudam. Ouço e leio de um ignorante palavras discrepantes entre o surreal e o aceitável, lesando algo que deveria ser intocável. Com esse objetivo ele mostra a repulsa que sente presente na condição de homem inferior. Portanto, por muito mal que ele faz, ele nunca deveria vociferar os seus distúrbios mentais.

Ele valoriza por demais as palavras cruéis, quando deveria dar o justo valor àquilo que afinal sente, e se livrar da consciência pesada em relação as afirmações que faz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva o seu comentário aqui.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.